Solicite orçamento da sua viagem para Cuba

Gibara, Cuba

Explore o precioso município de Gibara e descubra a interessantíssima história da sua fundação

Gibara, Cuba
Gibara
© Cal

O município de Gibara, situado a cerca de 33 km da cidade de Holguín, Cuba, possui bonitos lugares como, por exemplo, a encantadora localidade piscatória com o mesmo nome mas conhecida como "Villa Blanca" (“Vila Branca”), devido às antigas muralhas defensivas que a protegiam. na época colonial e das quais hoje ficaram alguns vestígios.

Você está pensando em viajar para Cuba? Veja as nossas Ofertas

Playa en Gibara, Holguín
Praia em Gibara
© Cal

Embora não seja clara a origem do nome Gibara, uma das hipóteses melhor fundamentadas é a que deriva de Jibá, palavra indígena que dá nome a 1 tipo de árvore muito abundante na zona. Para outros, procede de Jíbaro de origem índia que significa rústico e indomável.

Crê-se que em 1492 Gibara foi o porto pelo qual Cristóvão Colombo desembarcou nas Antillas Mayores. Embora geralmente se aceite a vizinha Bahía de Bariay (Baía de Bariay) como um autêntico lugar de desembarque, a verdade é que este porto foi o mais importante de comércio durante a época colonial. Em 1817 foi depositada a 1ª pedra do Fuerte de San Fernando (Forte de São Fernando) sobre a Ponta de Yarey, adjacente à Baía de Gibara, agora conhecida como Batería de Fernando VII (Bataria de Fernando VII).

O projeto da bataria foi pensado em 1783, com o objetivo de proteger os navios comerciais dos ataques dos corsários. Deste modo, pouco a pouco nasceu a Villa de Gibara. A necessidade de defender a riqueza patrimonial da cidade mais importante para o comércio colonial da ilha foi o que deu origem à construção da muralha branca que lhe deu o nome "Villa Branca".

Da antiga muralha pode atualmente observar, a Batería de Fernando VII (Bataria de Fernando VII) com alguns vestígios da muralha, fortines (fortes) e as ruínas do Cuartelón (Quartel), mostras significativas do antigo sistema defensivo colonial e desde onde pode desfrutar de umas encantadoras vistas da cidade.

Quanto às construções coloniais que pode ver em Gibara, depois de séculos de lutas e catástrofes naturais, a única casa senhorial do Moinho Açucareiro do século XIX que ainda se mantém de pé e em bom estado em toda a província de Holguín, é a grande Casona de Santa María (Auras).

Embora a primeira impressão de Gibara possa ser um pouco insatisfatória no início, é o conjunto arquitetónico colonial mais importante em Holguín, sendo que o centro histórico urbano da cidade foi declarado monumento nacional em 2004 pela Comissão Nacional de Monumentos. Além disso, apesar das catástrofes naturais que devastaram a cidade, como o furacão Ike em 2008, a cidade restabeleceu-se lentamente e voltou à beleza anterior ao desastre natural.

Gibara é uma cidade com grande força cultural, prova disso são os monumentos que não pode perder como o Museo de Historia Natural de Gibara (Museu de História Natural de Gibara), a Iglesia de San Fulgencio (Igreja de São Fulgêncio), a mansão neoclássica que contém o belo Museo de Arte e o Museo de Historia Municipal. E também a presença de 3 bibliotecas entre as quais uma biblioteca municipal conhecida como Armando Leyva Balaguer, inaugurada em 1945, sendo a mais antiga da província de Holguín.

Explore esta antiga vila colonial e descubra os mais importantes aspetos culturais, como o alto número de mitos e histórias ligadas à cidade, sem esquecer as praias mais impressionantes da cidade.

 

 

Mapa Interativo:

Viagens organizadas:

Solicite orçamento da sua viagem para Cuba:

Aluguer de Carros:

Encontre a melhor oferta de aluguer de carros para as suas férias:

Ofertas de vôos:

Compare ofertas de voos e reserva para poupar dinheiro.

Buscar más vuelos Pesquisar mais vôos



© www.TurismoemCuba.Com - Todos os direitos reservados
Skedio Travel SL - Licencia de agencia de viaje GC-003667